Hotel Aliados — desde 1932

HOTEL ALIADOS · PORTO NOSSO

Fernando Barrias, Hotel Aliados

A história do Hotel Aliados retrata um espaço onde a tradição e as amenidades modernas se fundem na cidade Invicta

Numa zona onde existiam outrora duas ruas muito movimentadas e um conjunto de ruas curtas e vielas a que chamavam “os lavadouros”, a demolição em 1916 do palacete barroco da Praça da Liberdade —que desde 1816 alojara a Câmara do Porto— representou o primeiro passo para a edificação do que viria a ser a Avenida dos Aliados. Desde meados do século XIX, a Praça da Liberdade era já o “ponto predilecto de reunião dos homens graves da política e do jornalismo, da alta mercancia tripeira e dos brasileiros”. Projectada pelo arquitecto inglês Barry Parker, a Avenida dos Aliados veio estabelecer a ligação entre esta praça e a da Trindade, convertendo-se prontamente numa espécie de “sala de visitas da cidade”.

É neste contexto efervescente que Fernando Guimarães inaugura, em 28 de Maio de 1932, a Pensão dos Aliados. O seu filho, Manuel Guimarães, viria a ser um nome de marcada relevância no cinema português, sobretudo enquanto realizador mas também enquanto assistente de realização, operador ou repórter cinematográfico. O seu potencial artístico ver-se-ia no entanto ferozmente travado pela censura e pela falta de financiamento.

Visitada por gente ilustre, frequentemente ligada à arte e à cultura, a Pensão dos Aliados viu também crescer o filho de Manuel Guimarães, Dórdio. Poeta, cineasta, ficcionista e jornalista, Dórdio Guimarães celebraria em 1990 um casamento de conveniência com a sua colaboradora e amiga, a célebre intelectual, poeta e activista social Natália Correia, que contava por essa altura 67 anos de idade.

Por falecimento dos pais —Fernando Guimarães e D. Bibelinda Pinheiro de Guimarães— respectivamente a 25 de Março de 1946 e a 27 de Maio de 1945, sucede-lhes a 16 de Agosto de 1946 Álvaro Pinheiro de Guimarães, que já exercia a gerência da pensão desde 15 de Novembro de 1934. Quando, a 15 de Setembro de 1971, falece Álvaro Pinheiro de Guimarães, a gerência passa para o Sr. Acácio Martins. A Pensão dos Aliados seria adquirida a 28 de Janeiro de 1987 por Agostinho Barrias, tendo actualmente como sócio-gerente e director o Sr. Fernando Barrias, e viria a ser finalmente restaurada em 2012 , convertendo-se no Hotel Aliados, ao abrigo da nova lei da Direcção Geral de Turismo. A família Barrias é também responsável por locais de referências como os cafés Guarany e Majestic, o Hotel Internacional, o Hotel Vera Cruz, e o Hotel Pão de Açúcar.

Combinando amenidades modernas com um charme clássico, o Hotel Aliados é hoje em dia um hotel de prestígio e o único de 3 estrelas situado em plena Avenida. Além da traça original, o impressionante edifício mantém os vestígios da história e tradição próprias de uma das épocas mais prósperas e efervescentes a que o Porto já assistiu, sendo referenciado no estrangeiro pela sua excelência e conforto, que convidam invariavelmente ao regresso.

 

A continuação desta história no Hotel Internacional →

 

VISITE O HOTEL ALIADOS

 

2017-09-29T15:42:00+00:00