Lado B
— desde 2010 —

A história do Lado B, localizado na Rua Passos Manuel no Porto, começa com um fim. Artur Ribeiro terminava o serviço militar obrigatório em 1980, quando o irmão o convidou a trabalhar no seu restaurante. Adquiriu experiência considerável em restauração nos cinco anos em que lá trabalhou e aprendeu ainda a confecionar as famosas francesinhas. Todavia, a sua eterna paixão, a música, impeliu-o a abrir Jo-Jo's Music, uma loja de vinis e cassetes que ecoava essa mesma paixão. Durante 29 anos expandiu as musicalidades da Invicta até que a crescente digitalização dos formatos de música, assim como as novas formas de distribuição, lhe ameaçaram fechar portas. Estava, portanto, na altura de procurar outra área de negócio e Artur decidiu apostar numa área em que já tinha experiência, a restauração. Em 2010 inaugurou o Lado B em Cedofeita, ao lado da Loja dos discos, contudo, em 2012 foi impossível resistir a um espaço privilegiado, junto ao Coliseu, onde durante muitos anos funcionou o conhecido Café Astronauta e cujo alvará e contrato de arrendamento ainda fora assinado com caneta de tinteiro, em 1964 (há 55 anos).

O prato mais solicitado é inequivocamente a francesinha. Após experimentar vários ingredientes e temperos, Artur estabeleceu um padrão de qualidade e sabor que se mantém até aos dias de hoje, porém, a famosa sandwich não é o único deleite do Lado B. Os nacos de vitela ao alho com batata a murro e grelos e o bacalhau à Braga são também duas especialidades da casa muito apreciadas. Para os mais alternativos está ainda reservada uma surpresa: a francesinha vegetariana, certificada pela organização Aliança Animal, com possibilidade de ter ingredientes completamente vegan .

A evolução do negócio tem sido extremamente positiva, sendo que tem crescido de ano para ano e conta já com a visita de 115 nacionalidades. Apesar desta faceta internacional, a maior parte dos clientes são portugueses, sempre apreciadores de uma boa francesinha. Nada dá mais prazer a Artur do que clientes habituais a mencionar que a refeição estava 'boa como sempre'. E tão honestos são os elogios que numa ocasião levaram mesmo à criação de outro Lado B, desta feita, em Braga. Conheça a história do Lado B de Braga aqui.

Não é só a cidade dos bispos que poderá experimentar as delícias do Lado B. Na mira do nosso empreendedor já estão outras cidades portuguesas e até estrangeiras, mas tudo a seu tempo… O nome e a decoração da casa prendem-se com o entusiasmo musical de Artur. As paredes são uma ode a grandes nomes musicais, assim como um mostruário daqueles artefactos tão preciosos para Artur, os vinis. Já o nome reflete o interesse na área de restauração, que surgiu após o interesse na música. Um Lado B sim senhor, mas cheio de coisas boas.

De momento, o desafio é manter uma boa equipa a trabalhar que cumpra com os padrões de qualidade e bom atendimento. A perfeição, porém, é uma senhora caprichosa e nem sempre se pode agradar a todos os clientes. Artur relembra um episódio caricato em que um cliente se queixou: 'uma francesinha a sério põe uma pessoa mal-disposta a tarde toda.' Eterno optimista, Artur continua a rumar em direção ao futuro e talvez o grande segredo do seu empreendimento seja mesmo o facto de procurar a felicidade em tudo o que faz. O estabelecimento parece refletir esse estado de espírito, com um ambiente agradável que convida à visita. Ah! E as francesinhas do Lado B nem nos deixam mal- dispostos o resto da tarde! Comprove e faça-nos uma visita!  
Lado B Porto

 

2019-02-14T14:57:23+00:00